Mais importante que o
destino é o que vives pelo caminho